Como é tomar decisões em um cenário latino-americano? Conheça a experiência de um estudante da INCAE | Maestrías INCAE
Publicación

Como é tomar decisões em um cenário latino-americano? Conheça a experiência de um estudante da INCAE

27 de Abril 2018
Carolbeal

INCAE Business School é uma escola de negócios considerada uma das melhores do mundo, com campus em Managua, capital da Nicaragua, e em Alajuela, a segunda maior cidade da Costa Rica. O jornal Financial Times listou a INCAE entre as 50 melhores escolas de negócios do mundo em 2013, enquanto o The Wall Street Journal listou a faculdade entre as 10 primeiras em 2005.

Conhecida como a “Harvard do Sul” ou “Escola Irmã de Harvard” por ter iniciado suas atividades com professores da famosa universidade americana, a INCAE  ainda segue a metodologia da Harvard Business School de apresentar estudos de caso ao seus estudantes. Tal proposta oferece aos alunos de MBA a oportunidade de vivenciar, de maneira indireta, as decisões em corporações de diferentes indústrias e regiões, principalmente da América Latina. De acordo com o reitor associado dos programas de mestrado Luis Sanz, o método é focado no estudante e em seu desenvolvimento de tomada de decisões.

Os cursos oferecidos são um MBA bilíngue (espanhol e inglês) de 21 meses (2 anos), um MBA em espanhol de 21 meses (2 anos), ambos na Costa Rica; um MBA de 14 meses na Nicarágua e 2 programas que oferecem duplo certificado – um Master em Estratégia e Administração Internacional em parceria com a universidade de St. Gallen (Suíça) e um programa de Administração em Corretoria de Imóveis Global. Além disso, a INCAE conta com um EMBA Global em espanhol.

O INCAE será uma das escolas que participarão de nossas feiras de Mestrado e MBA no Brasil agora em fevereiro e março. Venha conversar com eles!

Porque cursar a INCAE

Cristian Castro Argueta, 40 anos, é um dos profissionais que se beneficiaram de um programa de MBA da INCAE. Original de San Jose, Costa Rica, ele se graduou em 1999 como médico, mas há mais de 10 anos trabalha na parte de negócios da indústria farmacêutica e de saúde. Morando no Brasil desde 2012, atualmente ele é Diretor da Unidade de Negócios de Cuidados Médicos da La Roche.

TopMBA: Como foi a decisão e qual a maior motivação para fazer um MBA?
Cristian Argueta: Sendo médico, não é normal que alguém queira fazer um MBA logo após se formar como médico. Mas minha vocação não estava na prática da Medicina e um MBA me pareceu uma opção interessante para dar uma virada em minha carreira.

TopMBA: Como foi o processo de se organizar para um MBA?
Cristian Argueta: Foi difícil. Eu ainda estava trabalhando como médico quando comecei o processo para entrar no INCAE.  Eu tinha muito pouco tempo para me organizar, mas ao final, procurei um jeito e consegui fazer todos os requerimentos certinhos.

TopMBA: Como você buscou informações para escolher a universidade/escola de negócios?
Cristian Argueta:  Pra mim, foi devido à minhas amizades. Meus dois melhores amigos da época já tinham passado pelo INCAE e eu, portanto, já conhecia a instituição mesmo sendo duma área que não tinha muita relação.

TopMBA: Você chegou a participar de alguma feira?
Cristian Argueta:  No meu caso, eu entrei no INCAE sem ter participado de nenhuma feira. Entretanto, acho que esta opção é uma ótima forma de conhecer a instituição, principalmente se você não está numa área relacionada à administração, economia e engenharia ou se está fora da América Central (na América Central o INCAE é muito mais conhecido).

TopMBA: Como tem sido a experiência do MBA em si? Matérias, trocas de experiências com os colegas…
Cristian Argueta: Eu sempre falo que, sem dúvida nenhuma, ter estudado no INCAE foi a experiência da minha vida. Por dois motivos: o crescimento pessoal (conhecer pessoas de outros países, amizades pra toda a vida) e o crescimento profissional.

TopMBA: Como tem sido a experiência de viver em outro país atualmente?
Cristian Argueta: Pra mim, morar no Brasil é minha primeira experiência morando fora do meu paés e tenho que dizer que é uma experiência que muda a sua vida. Tem um ditado do expatriado que fala “você chora quando chega e chora quando vai embora”, o que quer dizer que é difícil deixar para trás seus costumes, amigos e família, mas quando você se acostuma aos novos amigos (que muitas vezes, são sua nova família), aos novos costumes e em geral, à sua nova casa, é difícil deixar isso também.

TopMBA: Quais as maiores lições que você levará de volta ao seu país?
Cristian Argueta: Pra mim, as melhores lições de morar no Brasil são que se você se esforça o suficiente, se tem perseverança, você pode chegar onde quiser.

Para saber mais sobre o INCAE, acesse o site da Escola ou venha a uma de nossas feiras de MBA ou de mestrado.

  Foi originalmente publicada em Portugues QS. 
Etiquetas:
MBA, maestrías,

Suscríbase a nuestro blog